textos | vânia barbosa

: Cristiane Motta : textos

RESPIRAÇÃO, VIVA
DO FUNDO DE SEU PAPEL
E DA AUSÊNCIA ENTREMEADA
SE ENTRELAÇA SEM LAÇOS
UMA ALTERNÂNCIA DE BRAÇOS
NUM ACONCHEGO DE EIXOS
SUSTENTANDO SEU NADA
NAVEGAÇÃO DE BARCOS NAS ONDAS DE SÍ MESMO
CURVANDO-SE COM A PROFUNDIDADE DO BRILHO – UM FILHO?
COMO SE EXPANDISSE O PRÓPRIO VOLUME, VIBRANDO
E QUASE SETOCA O BORBULHAR DO ABDOME
NOS ALTOS E BAIXOS, PERSEVERA.
REPRODUZ-SE COMARDÊNCIA DE ESPERA
LONGA... E FIRME
PULSA NA ABERTURA EFECHAMENTO
...ESCUSA
O INSTANTE PRESENTE
CRU
DESNUDO
NO ESTADO DE VENTO.

(Cristiane Motta, Belo Horizonte, 11 de setembro de 2001)

. . .

[ Voltar ]